Alimentação e o câncer de mama

Antes de descrever sobre os alimentos que talvez possam proteger as mulheres de desenvolverem o câncer de mama, é mais ficaz informar que a grande vilã é a obesidade consequente à uma dieta rica em gorduras saturadas, principalmente àquelas de origem animal (carne vermelha, pele de frango, bacon, leite integral entre outras).

Uma dieta rica em gordura saturada, sal, alimentos embutidos e defumados não só favorecem o aparecimento de tumores, principalmente os do trato gastro-intestinal, como os de intestino e estômago, como também são estimuladores dos dirtúrbios metabólicos causadores do diabetes, hipertensão e doenças cardio-vasculares.

Portanto, o que todos devemos fazer é procurar, sempre que possível, substituir os alimentos gordurosos, salgados e enlatados pelas frutas, legumes, verduras e cereais. A dieta ideal deve conter, no mínimo, quatro a cinco porções de frutas, verduras e legumes. Em relação à gordura, devemos dar a preferência pelas de origem vegetal como o azeite, canola ou girassol. Evitar expô-las a altas temperaturas e por tempo prolongado.

Não esquecer de realizar atividade física frequentemente além de consumir bebidas alcoólicas com moderação, ou seja, tomar somente uma taça de vinho ou uma latinha de cerveja por dia. Se preferir os destilados, tomar, no máximo um drinque por dia. Lembrando que as mulheres são mais sensíveis aos danos causados pelo álcool e que, para o câncer de mama, os estudos mostram que o consumo de bebidas alcoólicas parece ser mais prejudicial do que o de cigarro.

Abraço e até o próximo encontro,

Rodolfo Gadia
Oncologia Clínica

+
Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Comentário